sexta-feira, 30 de julho de 2010


Era uma manhã de outono ...

Por: Patrícia O.

Bianca se preparava para ir pra escola , naquele dia chovia muito , então ela após tomar seu café da manhã vestiu um agasalho e saiu com um guarda-chuva seguindo o caminho de seu colégio.
Bia passou na casa de sua amiga Julia , e seguiram juntas até a escola.
Após a aula , Bia , chegou em casa e tomou um banho , comeu algo e deitou em sua cama para escrever em seu diário como fazia todos os dias.
Sua mãe Cristina , estava preocupada , pois o comportamento de sua filha havia mudado já há algum tempo. Bia não conhecia o pai . Ele havia deixado-a antes mesmo de receber a noticia que iria se tornar pai.
Bia tinha um namorado, chamado Thiago . Um garoto muito atencioso , simpático e honesto. O amor que havia entre os dois era coisa de novela, ela confiava em seu namorado mais que em todos; todos os dias as quatro e meia da tarde, Bia ligava pra ele , eles conversavam sobre tudo,
e matavam a saudade , já que eles se viam apenas aos domingos.
Para eles , a semana quase não passava , cada fração de segundo parecia uma eternidade, ' já os domingos , corriam , o relógio suava , e as horas agitadas passavam muito rápido. Bia naquele domingo, sentiu um estranho comportamento de seu namorado, uma certa distância, ela não
intendia o que se passava pois eles eram muito ligados , e qualquer acontecimento fora do normal que acontecera na vida de seu amado, ela era a primeira a ser informada. Thiago, já a alguns dias estava se tornando frio, distante , e Bia não se sentira bem com toda essa mudança repentina. Ela perguntava o que acontecera com ele mas ele sempre dizia que era fruto de sua imaginação.
Bia já não aguentava mais, não intendia , ela amava muito Thiago , e doía muito nela o modo como ele a tratava, antes ele era tão amoroso, tão carinhoso, me acariciava , me dizia tão doces palavras, e de repente , tudo mudou . Hoje ele me trata como se fossemos amigos, ou melhor,
colegas , porque nem de sua vida mais ele me contava .. aquilo doia , doia muito.
Na segunda feira , Bianca resolveu melhor ir até a casa de Thiago , quando chegou em sua rua, viu ele sentado em sua calçada conversando com uma garota , uma garota que ela não conseguiu identificá-la , mas com sua observação , ela devia ser muito ligada á ele . O modo como eles conversavam havia muita intimidade, como aquilo machucava a Bia , as lágrimas que cairam de seu rosto pareciam chamas , que ardiam mais que a fogo.
Ela resolveu , que não iria até lá para ver quem era pois nao queria sofrer mais do que ja estava sofrendo , mas naquele momento resolveu ligar pra sua amiga Julia , quando observou que na mesma hora , a garota , a tal garota que estava ao lado do grande amor de sua vida , tira um celular de seu bolso no mesmo tempo que sua amiga lhe diz no seu telefone , 'alô' . Bia já havia sacado tudo, desligou seu celular , e corria em direção a sua casa, milhares de coisas passava em sua cabeça. "como ela foi capaz ?" , ela não conseguia aceitar tamanha traição e falsidade da parte de sua amiga, elas haviam crescido juntas , uma confiava na outra como ninguém .
Bia deitou em sua cama , e começou a escrever em seu diário, em cinco minutos já havia ido páginas e páginas , de palavras rancorosas . Mas Bia já sabia o que fazer , ainda mais quando sua amiga retornou a ligação , perguntando porque Bia havia desligado . O que ocorreu foi uma mera risada falsa . Já era quatro e meia , instante em que Bianca costumava ligar para seu namorado, mas que naquele dia , ela não ligou. Não respondia suas mensagens , e nem seus recados que ele o enviava em seu Orkut. Bia sentia muito ódio de de Thiago por saber que ele tratava
sua amiga tão bem quanto ela. Thiago , resolveu intão ligar para Bia , ela atendeu e na mesma hora começou a chingar e chingar ele com uma frequência de ódio e rancor inacreditável . Thiago disse que iria contar para Bianca , mas que lhe faltou coragem , disse também , que ele a amava muito , mas que Bia vivia mudando de comportamento e ele não aguentava mais isso.
Bia desligou o seu celular, e no mesmo instante lhe mandou um recado no orkut , com uma simples frase: " esqueça tudo que vivemos juntos , e esqueça também o amor que sentiamos um pelo outro, porque eu confiei em você e te amei mais que a mim , eu ainda gosto muito de você , mas da mesma forma que aprendi a te amar , aprenderei a te esquecer !" . Ela sabia que tudo o que ela disse foi da boca pra fora , ela jamais esqueceria Thiago, seu primeiro
e grande amor, ela ainda lembrava os domingos que eles passavam juntos, os beijos , os abraços , as palavras de amor, os carinhos, cada telefonema que era feito simplismente pra dizer um oi , e matar a saudade de ouvir sua voz , tão doce , tão delicada e tão sincera. ' Como pude ser tão ingênua? ' pensava ela , ser enganada pelo seu namorado e pior , pela sua amiga. Os dias passaram , Julia e Bianca já não se falavam mais , Thiago ainda mandava cartas , recados , mensagens , para Bia , também ligava para ela todos os dias . Bianca já não pensava mais em Thiago como antes . Proucurava fazer novas amizades, sair. Coisa que ela não fazia a muito tempo.
Passaram-se um ano. Thiago já não aguentava mais a dor , a dor de saber que podia ter Bianca ao seu lado , e pior , saber que tudo isso foi sua culpa, foi uma atitude de imaturidade , que fez com que , Thiago tenha perdido aquilo de mais precioso em sua vida .' passado se mais dois meses , Thiago não frequentava mais a escola , não saia mais de casa , a unica coisa que Thiago fazia era chorar , chorar e pedir socorro por Bianca , pedir para que
ela levasse á ele a vontade de viver novamente . Ele sabia que a culpa era dele , ele se culpava muito por isso.
Dois dias se parraram , Era domingo , as flores caiam das árvores seguindo como a estação de outono lhe pedia . Thiago foi encontrado morto ,
em seu quarto , ele cortou os próprios pulsos . Ao seu lado , foi encontrado uma carta , uma carta para Bianca onde dizia ...
Oi, meu amor , se é que eu ainda posso lhe chamar de 'meu' amor . Quantas saudades eu sinto daqueles seus abraços , dos seus beijos, e de todos os dias em seus telefonemas ouvir você dizer que me amava , ouvir você dizer o quanto era feliz por me ter ao seu lado.
Meu amor , minha pequena , eu só tenho a dizer a você o quanto eu me sinto mal , por ter feito você sofrer , eu sinto muito , pelas noites que você não dormiu , pelas lágrimas que rolaram de seus olhos, escorrendo sobre sua face, e o quanto doia , e eu entendo a dor que você sentia, como me dói saber que foi eu que joguei tudo isso fora, e que eu podia estar ai ao seu lado . É meu amor, de que adianta viver aqui , se não posso te ter , mas meu amor , minha bibizinha [ você odiava quando eu ti chamava assim /] , não se culpe, não, você não tem culpa de nada . O culpado
foi eu de não ter dado valor em você , minha jóia , minha razão . Eu sinto muito por não ter feito você feliz o quanto prometi , mas eu espero que de agora em diante você consiga ser feliz . Sem mim por perto, acredito que seje mais fácil, mas se um dia você me perdoar, eu vou estar te esperando aqui do outro lado , para que quando sua hora chegar , nós possamos viver um lindo amor, o amor que eu matei . Minha princesa se eu tivesse condição eu colocava o mundo todo sobre suas mãos .
" - Eu só queria te abraçar e te chamar de amor " .
agora sinto na pele o que você dizia :

' você só vai me dar valor se me perder um dia '

- meu amor , eu te espero e te venero todos os dias . eu te amo , ' pra sempre , seu admirador - Thiago .
Ao ler a carta , Bia chorava , chorava e ainda sim , se culpava , ela ainda o amava , amava mais que tudo e todos , ele era o grande amor de sua vida , e ela não aceitava que ele havia ido embora , ela se sentia culpada porque não podia tê-lo ao seu lado , porque não podia abraça-lo mais . Ela mal acreditava no que tinha acontecido , aquilo tudo era muito recente . Bia aguardou sua hora chegar , para viver um eterno amor ao lado de Thiago , nunca mais amou ninguém , pensava em Thiago todos os dias . Bianca morreu com 82 anos , foi morte natural . Foi estudada também , o seu diário , e cada folha que Bia escrevera , quando estava viva . todas as folhas após aquele domingo de outono , só havia uma frase escrita : " quem sabe amar , sabe perdoar ! , eu te amo Thiago e sempre vou te amar ! " . - aqui na terra após a morte ou em qualquer lugar (8) .
1

1 comentários:

Anna disse...

Nosssaaaaaaaaaaa incrivell

Postar um comentário

Gostaram? Comentem!:D

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t